Saúde

Arquivo para março, 2014

Imagem

Dores nos Pés – Fascite Plantar


Dores nos pés – Fascite Plantar

UntitledVocê sente dores nos pés?

Essa dor é do lado interno do pé e/ou no calcanhar?

É pior de manhã?

Se você respondeu sim é muito provável que você esteja com fascite plantar.

A Fascite Plantar é a inflamação da fáscia plantar, uma estrutura fibrosa que fica na “sola” do pé. O processo inflamatório acontece, devido à sobrecarga mecânica sobre ela. A principal causa de sobrecarga é um padrão de movimento inadequado levando ao estiramento da fáscia prejudicando o amortecimento dos impactos durante a Untitled2marcha. Esta causa pode ser agravada por fatores como: sobrepeso, volume incorreto de treinos, uso de salto alto, fraqueza muscular, os formatos (pé “chato” ou cavo) e os alinhamentos (pronação ou supinação) dos pés. É o padrão de movimento incorreto repetido diversas vezes que desencadeia o processo infamatório e, portanto DOR!!!

 

O que pode ajudar?
Para diminuir a dor e conter o processo inflamatório usa-se bolsa de gelo.

Palmilhas de silicone, bandagens e alongamento também ajudarão na diminuição da dor.

Estas medidas, porém abordarão apenas a consequência da fascite, ou seja, não tratarão a causa de fato. O tratamento adequado da fascite só ocorrerá após a avaliação da marcha e análise da pisada. Exercícios de fortalecimento muscular específicos para os pés, treino de absorção de impacto pelos MMII e a correção do padrão de movimento eliminarão a causa da dor reabilitarão o paciente para as suas práticas habituais.

Se você se identificou com o que foi apresentado, procure um fisioterapeuta, faça uma avaliação.Untitled3

Viva sem dor!

Dominique Rabelo

Imagem

Sentar: difícil tarefa!


Sentar: difícil tarefa!

Atualmente, muitas pessoas gastam grande parte do seu tempo sentadas, seja no trabalho, na escola, em casa ou em um veículo. Apesar de parecer uma tarefa simples seu posicionamento inadequado é o grande “vilão” de muitas dores, na coluna vertebral como a cervicalgia e lombalgia. A dor é considerada um problema de saúde pública, segundo a Organização Mundial de Saúde. Estima-se que 65 a 80% da população possui ou possuirá, algum dia da vida, um quadro de dor lombar, sendo a maioria relacionada a má postura.

Vamos considerar um sentar “ruim”(figura A) e um sentar “ideal” (figura B).

Untitled3                            Untitled22

Sentar-se de modo desleixado aumenta a força exercida em regiões específicas das vértebras, como mostra a linha vermelha. Essa situação faz com que tenha maior pressão nos discos entre as vértebras, favorecendo tanto quadro de dor lombar mecânica quanto o de hérnia de disco.

O posicionamento da pelve, conhecida também como bacia, é fundamental para um bom alinhamento da coluna vertebral, influenciando também o posicionamento da cervical. As pessoas costumam sentar sem apoiar a pelve corretamente, geralmente rodada para trás e com o apoio principal na região lombar, isso favorece a flexão lombar e faz com que a região torácica e cervical se incline levemente para frente (figura A). Esse posicionamento é ainda mais acentuado quando é necessário ver o monitor do computador, por exemplo.

Sentar-se de modo alinhado mantém as curvaturas normais da coluna vertebral no seu devido posicionamento,e isso faz com que a força do peso corporal seja melhor distribuída (figura B). A pelve alinhada, ou sentar sobre os ísquios, que são os “ossinhos do bumbum”, irá favorecer uma leve extensão da coluna vertebral, auxiliando a coluna torácica ficar mais ereta facilitando também um bom posicionamento da cervical. O apoio para os pés e para os membros superiores também é muito importante.

A maioria das pessoas têm dificuldade em manter a postura ideal, principalmente se precisar mantê-la durante várias horas do dia. Sentar-se de modo desleixado por tempo prolongado provoca um risco ocupacional inevitável levando a dores crônicas.

Para melhorar a postura sentada, devemos ter uma combinação de consciência; alinhamento corporal e ativação da musculatura correta; uso de óculos, se necessário; e uso de cadeiras com projeto ergonômico.

Caso tenhamos alguma dificuldade em nos manter na postura correta, é de suma importância buscar o auxílio de um profissional especializado.

Juliane Vieira

Fisioterapeuta

Clinica Vitalidade Integrada

Imagem

Massagem Relaxante


Massagem Relaxante

A massagem pode ser definida como um método de tratamento de determinadas disfunções através da manipulação dos tecidos moles (pele, tecido conjuntivo e músculos) que utiliza as mãos de maneira hábil e traz efeitos sistêmicos, já comprovados cientificamente. Há evidências do uso dessa técnica pelo homem desde a pré-história, sendo capaz de proporcionar benefícios para a saúde e o bem-estar do indivíduo com efeitos sobre o campo físico e psicológico.

UntitledO terapeuta precisa ter conhecimentos sobre tecidos como a pele e os músculos para aplicar as técnicas corretamente, além de se preocupar com a direção do fluxo natural do conteúdo das veias e vasos linfáticos, sobre o qual também exerce influência.

A massagem é indicada para o alívio de quadros álgicos e tensões musculares, diminuição do estresse, e auxilia no tratamento de lesões musculares e diversas doenças como a artrite reumatoide, fibromialgia. Ela pode ser associada a outras técnicas e materiais complementares (bambu, pedras, óleos essenciais) que auxiliam na aplicação das manobras.

O uso conjunto de músicas calmas e harmonizantes, pode complementar a terapia, proporcionando ao paciente (cliente) o bem-estar que ele busca e preparando-o para o dia-a-dia estressante que pode estar lhe causando tamanhas tensões musculares.

Cada terapeuta tem a sua forma de conduzir a massagem, inserindo técnicas e manobras diferenciadas, mas todos com o mesmo intuito de proporcionar ao paciente (cliente) harmonia e relaxamento para o seu equilíbrio na vida.

Val Santana

contato@vitalidadeintegrada.com.br

11 2495.1239

Imagem

Medicina Tradicional Chinesa e Obesidade


MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E OBESIDADE

A medicina tradicional chinesa se concentra no tratamento da pessoa que está doente, ao invés de se concentrar sobre o mecanismo da doença, que está dentro da pessoa, como é feito na biomedicina. Os métodos de tratamento da medicina chinesa, como em outros sistemas médicos naturais, não se destinam a substituir uma função corporal ou substância – eles se destinam a ajudar o organismo a fazer o seu trabalho, ajudar a reparar qualquer dano ou na remoção de patógenos. Quando o corpo está saudável o suficiente para fazer o trabalho em si, o tratamento não é mais necessário.

atividades-que-melhoram-a-qualidade-de-vidaA medicina chinesa pode oferecer uma experiência de transformação para aqueles que sofrem de obesidade ou qualquer outra doença. É mais do que diminuir o peso: trata-se de recuperar sua capacidade natural de cura. Além disso, pode ajudar a aliviar o desconforto que permanece, mesmo quando a pessoa está feliz com o seu peso.

Os objetivos finais são para melhorar a qualidade de vida, maximizar a sensação de bem-estar, eliminar ou atrasar o início do envelhecimento e da doença e conseguir uma vida mais longa e mais feliz.

Tenha sempre em mente: conseguir uma boa saúde não é como subir uma montanha, com um objetivo visível, mas como a manutenção de um jardim – dar constante cuidado e prestar atenção nas mudanças do ambiente. A medicina chinesa pode ajudar a fazer o que às vezes é visto como uma tarefa árdua: se você quiser que seu jardim prospere, junte-se à comunidade de medicina natural para aprender a vivenciar a medicina chinesa.

Paula Pereira

Nutricionista e Acupunturista