Saúde

O tSem títulorabalho de um psicólogo é baseado no estudo dos processos mentais, dos comportamentos e das emoções.

Assim como o corpo adoece, a mente também pode adoecer.

Se alguém sofre de uma doença do coração, procura um cardiologista. Logo, existe uma imagem de que para precisar de um psicólogo, é preciso apresentar um intenso distúrbio mental. Engana-se quem pensa que a psicoterapia só pode auxiliar quem apresenta distúrbios mentais intensos; não apenas engana-se, como perde também o “filé-mignon” da psicoterapia, que é tornar a vida e as relações consigo e com os outros mais saudáveis.

A saúde ocidental evoluiu muito ultimamente, os novos estudos científicos buscam sempre ampliar a expectativa de vida e a qualidade de vida também.

Cuidar da mente traz um enorme benefício para a saúde como um todo!

Exemplos de pensamentos que podem prejudicar a qualidade de vida:

– “Eu gosto muito de corresponder às expectativas dos outros, só fico tranquilo quando recebo um reconhecimento de que estou fazendo bem minhas atividades”.

– “Os outros me decepcionam muito, não se pode confiar em mais ninguém nesta vida”.

– “Eu sou muito brava, mas as pessoas me irritam muito. Elas não sabem fazer as coisas direito”.

– “Tenho muito medo de ficar sozinha”.

São pequenos exemplos de pensamentos que podem comprometer a saúde como um todo: física, emocional e comportamentalmente.

A pessoa que é extremamente brava e facilmente irritável apresenta, com frequência, tensão e rigidez muscular, por exemplo. Todos estes exemplos demonstram que existe um relacionamento interpessoal truncado e desigual, que não é fluído. Desigual, porque no primeiro caso, é o outro quem julga se foi bom o que eu fiz ou não e, ele quem determina se sou merecedor ou não de atenção e reconhecimento de sua parte. No segundo caso, a relação é desigual também, pois eu tenho que assumir que crio expectativas para que o outro cumpra, se ele não faz o que eu esperava, eu me decepciono.

O processo de terapia nada mais é que ter um profissional dedicado para te conhecer, conhecer a forma que você pensa, a forma que você reage às situações, entender seus relacionamentos e o que compõe a sua vida. E o segundo passo é verificar, juntamente com você, como é possível ter mais saúde, ter mais qualidade de vida.

É de extrema importância que você tenha empatia e confiança no profissional que você escolher para te acompanhar. Por isto, não precisa ter reservas em marcar apenas uma consulta com alguns profissionais até você sentir que encontrou a pessoa certa, que irá te compreender.

Marcela Jacob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: