Saúde

  Durante um pouco mais de mês sofri com uma tosse que não sabia a causa, não era gripe, não era alérgica, aparecia somente ao deitar e ao comer alguns determinados alimentos (mas até então eu não havia me atentado a isso).
Depois de um mês tossindo, e de ter tomado 3 xaropes inteiros, resolvi ir a um otorrinolaringologista, amigo da família, que me examinou e disse que não tinha nada, nem em pulmão e nem em vias aéreas superiores. Foi aí que ele me perguntou se eu tinha algum “problema” de estômago, na hora lembrei que há menos de um ano fui diagnosticada com esofagite, e na época fiz o tratamento medicamentoso e alimentar, ele me disse que essa tosse era reflexo dessa esofagite (junto com refluxo) e que teria que voltar a tomar os remédios e fazer uma dieta alimentar rigorosa. No mesmo dia liguei para o gastro (que me acompanha) que me orientou da mesma maneira.
refluxo Um pouco antes de procurar um médico, duas profissionais (fisioterapeutas, uma acupunturista e outra osteopata) que trabalham comigo fizeram perguntas diretas sobre algumas emoções que eu estaria passando, que se relacionavam ao sistema digestivo. Na hora não entendi o porquê, pois nunca relacionei uma tosse a uma determinada enfermidade do sistema digestivo, mas aos poucos tudo foi fazendo sentido, afinal sempre acreditei que nossas emoções e pensamentos, influenciavam no nosso corpo físico, e mesmo elas não sabendo se algo estava se passando no meu emocional, tiveram a sensibilidade de ir direto ao ponto.
Voltei com tratamento medicamentoso e alimentar, porém não somente, parei para analisar meu momento de vida, e minha maneira de encarar algumas determinadas situações. Lendo um livro, muito bom (Diga-me onde dói e eu te direi por quê), li o seguinte parágrafo:    – Os Males do sistema digestivo vem nos falar da nossa dificuldade para engolir, para digerir, para assimilar o que acontece na nossa vida. “Eu não consegui engolir o que ele me disse”, ou então “Nunca consegui digerir muito bem o que você fez”.
Como são as coisas, ficamos muito presos aos sintomas físicos e nos esquecemos que somos um todo: Corpo, mente e espírito, e se algo não está em equilíbrio, todo o restante adoece. Há muitos anos atrás tive crises de gastrite, e hoje em dia vejo que somatizei, pois apenas tratei o corpo, e deixei de lado a mente e o espírito.
Termino com a seguinte citação, do mesmo livro:728px-Cure-Esophagitis-Step-1-Version-2  “Na medicina oriental, a doença é testemunha de um obstáculo para a realização do Caminho da Vida. Assim, a consciência exprime, por meio de problemas ligados à energia que geram doenças, os entraves ao seu desenvolvimento pleno. Parece, então, mais lógico compreender os mecanismos psicoenergéticos que estão por trás da doença afim de recobrar a saúde” (Dr.Thierry Médynski).

Marianna Paffetti

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: