Saúde

Arquivo para a categoria ‘Fitness’

TREINAMENTO FUNCIONAL agora também na Vitalidade Integrada


img-20160926-wa0005

A Clínica Vitalidade Integrada conta com o serviço de Treinamento Funcional como atividade posterior aos trabalhos de fisioterapia e também aos interessados em praticar atividade física e condicionamento.

Pode-se dizer que o principal objetivo do Treinamento Funcional é tornar o corpo humano uma máquina de locomoção eficiente, sendo o foco de treinamento, a melhora do desempenho dos movimentos. Na sala de aula, os exercícios de funcional são voltados para a mobilidade e estabilidade articular e, como consequência, melhora na eficiência de esportes e prevenção-redução de lesões.

Além da diversidade dos exercícios, há uma relevante atenção com a região do CORE ou centro de força do corpo, composta pelos músculos que tem função crucial para manter o centro do nosso corpo estável e flexível ao mesmo tempo. O domínio deste centro tem como efeito uma cintura mais delgada, um abdômen mais definido e uma melhora considerável da fisiologia visceral (órgãos internos), além de uma postura mais correta e forte.

O Treino Funcional proposto é voltado para qualquer pessoa, além de praticantes e atletas de esportes com prancha, esportes de aventura e ao ar livre.

Recomenda-se a avaliação do movimento funcional (FMS) antes do ingresso dos treinos. Todas as aulas são orientadas e ministradas por profissionais de educação física.

Por Daniela Paiva

Na Vitalidade Integrada você encontra opções de horários no período da manhã, tarde e noite, com turmas reduzidas e profissionais especialistas na área.

Venha nos conhecer em uma aula experimental!

Vitalidade Integrada – Treino Funcional

Rua Purpurina, 272 – Espaço Bambu – Vila Madalena – São Paulo/SP

Telefone: (11) 2495-1239 ou (11) 96608-0660

contato@vitalidadeintegrada.com.br

Anúncios

Pilates no Esporte


pilates-no-esporte-iiPara chegar às Olimpíadas, atletas de alto rendimento encaram uma preparação puxada, com treino específico, musculação, alimentação regrada e… Pilates!

Cada vez mais o Pilates é procurado por atletas, visando melhorar o rendimento na prática esportiva e prevenir lesões. Competidores das mais variadas modalidades como taekondo, rugby, natação e vôlei procuram complementar seus treinos com Pilates no Brasil e no mundo.

 

Pilates nas Olimpíadas

Entre alguns medalhistas das Olimpíadas Rio 2016 que são praticantes de Pilates, podemos encontrar Missy Franklin, atleta americana de natação que ganhou ouro no revezamento 4X200 livre, o britânico Andy Murray, medalha de ouro no tênis e a americana Kerri Walsh, medalhista de bronze no vôlei de praia. Entre atletas brasileiros, Julia Vasconcelos, lutadora de taekondo na categoria até 57Kg e a dupla Lara Teixeira e Nayara Figueira do nado sincronizado também praticam o Pilates para complementar seus treinos.

 

Benefícios para Atletas

pilates-no-esporteA prática do Pilates traz inúmeros benefícios para os atletas, como fortalecimento muscular global e do CORE, com melhora da potência e resistência muscular, melhora da flexibilidade, equilíbrio e coordenação, reduzindo as chances de lesão muscular, melhora da capacidade respiratória e alongamento e relaxamento muscular, importante para a recuperação do atleta no pós-treino. O treino com Pilates é realizado de forma específica e respeita os gestos esportivos e as demandas de cada atleta e sua modalidade.

 

Pilates no Esporte 

Mas é claro que não é apenas para os atletas olímpicos que o Pilates traz benefícios. Seja para um praticante de corrida de rua, para um futebol com os amigos, uma dança de salão, o importante é estar bem com o que te faz bem! O Pilates é para todos e faz bem para o corpo e para a alma!

 

Por Adriana Sellmer

 

Pai Atleta


 Pai Atleta imagem Ser pai, tem diversas funções no dia a dia e entre elas: amar, educar e proteger. Mas para isso é necessário dedicação.
E se você for um atleta? Você se vê nessa figura paterna? Você que ama atividade física, sempre praticou algum esporte e treina frequentemente para garantir sempre a boa performance e qualidade de vida. Sua rotina é bem estabelecida, trabalha muito, mas tem garantido os seus treinos esportivos na semana. Para um atleta, os treinos são momentos de muita dedicação, consome algumas horas do seu dia, alguns dias da semana ou até todos os dias. É o momento dedicado ao objetivo traçado como  competir com alguém, consigo mesmo ou por qualidade de vida. A atividade física promove benefícios nos aspectos metabólicos, neuromusculares e psicológicos. Melhora do trabalho cardiopulmonar, ajuda na diminuição da gordura corporal, aumento da força e massa muscular, da flexibilidade e densidade óssea. E, no aspecto psicológico, atua na melhoria da auto estima, na diminuição da ansiedade e estresse, das funções cognitivas e socialização, e até na diminuição do consumo de medicamentos.
Então como manter essa vida de atleta, saudável, com um bebê a caminho? Agora os dias serão mais alegres, afinal tem prazer maior em viver sabendo que um serzinho está chegando para você amar? Mas ai começam as mudanças de rotina, as demandas diárias são diferentes. A atenção agora é voltada a sua amada esposa e ao seu bebê. Dessa forma, quais serão suas prioridades de vida? Conseguirei treinar? Manterei meu ritmo de vida de atleta? Muita calma nessa hora, não se desespere. A atividade física faz bem para o corpo e para a alma. Entendemos que os dias são corridos, as pessoas trabalham muito e relaxam pouco. Mas todos deveriam reservar algumas horas do dia fazendo algo pelo corpo e mente, e nada melhor do que atividade física. Mas como conciliar agora com seu trabalho e sua família? No decorrer da vida precisamos de mudanças para nossa melhoria pessoal e busca de uma constante evolução.
O filho pode ser um espelho do pai, o esporte influencia muito na educação e crescimento dos filhos. Então, antes de você decidir que agora não há mais tempo para isso, organize sua rotina, coloque no papel, reflita quais as prioridades de sua vida e o que isso trará de benefícios para você e sua família. Para seguir no esporte, atletas devem superar as mais variadas dificuldades, e para isso a família tem papel fundamental também.
Ser pai, tem inúmeras funções no dia a dia sim, mas para isso é preciso ter saúde, energia e ser exemplo.
Por isso busquei entender melhor como é a vida de um pai que sempre foi praticante de atividade física, o Roberto, que antes de ser pai, praticava diariamente Kung Fu, musculação e Muay Thai e que nos disse como era sua vida antes e como ficou após o nascimento de sua filha.
  • Você treinava com qual frequência?
R- Eram 12 treinos semanais, alternando as modalidades, com uma média de 3h30 diárias divididas em 2 períodos.
  • Quando descobriu que ia ser pai, quais as sensações que teve? 
R- A primeira sensação foi uma necessidade de correr menos riscos, se machucar menos, para estar mais presente para ela e para minha filha. Além disso, a vontade de competir, vencer, diminuiu, perdeu força, pois outros interesses, outras buscas começaram a surgir. A busca pela saúde tornou-se mais importante do que a busca pela vitória.
  • Quando sua filha nasceu o que mudou em sua rotina? Até hoje.
R- A principal mudança foi que agora a minha rotina não tem apenas meus objetivos. E minha filha é mais importante do que todos eles. Então montamos a rotina dela e trabalhamos em volta dela. Como as prioridades mudaram, a rotina mudou com ela. No início era um pouco frustrante, pois para quem treinava tanto, perder às vezes semanas de treino era desesperador. Mas colocando as coisas em perspectiva, em determinados momentos, o tempo passado com minha filha e minha esposa valem mais do que o tempo na academia ou treinando. Essas escolhas não são sacrifícios, são na verdade bênçãos de poder escolher passar tempo com elas.
  • Você acha importante praticar esporte, mesmo com a correria do dia a dia? ( trabalho, casa, família, estudos)
R- Claro que sim. A correria existe, e quando estamos inseridos nela, tendemos perder um pouco a noção do que é importante a longo prazo. Não é necessário ser um atleta, mas o trabalho passa, a vida passa, e no futuro pagamos um preço pelas escolhas que fazemos. O radicalismo, o excesso, o estresse, cobram uma taxa. Tudo depende do caminho que seguimos. Eu aprendi com a vida profissional que enquanto não colocarmos limites, o mundo nos carregará cada vez mais. Ninguém vai dizer “coitado dele, vamos mandá-lo fazer um esporte para relaxar”. Essa busca é individual e pessoal, e ninguém vai fazê-la por mim.
  • Dá para ser um pai atleta?

R- Dá sim. Mas no caso de um atleta competitivo esse caminho cobra um preço. Para segui-lo é preciso saber do que vai abrir e escolher fazê-lo, pois a vida de um atleta de alto rendimento pode ser bem solitária. Agora, ser uma pessoa que pratica esportes, tem uma dieta saudável e uma saúde em dia é bem possível, e pode ser muito prazeroso quando envolvemos os filhos na nossa rotina.

Carla Correia

Fisioterapeuta