Saúde

Arquivo para a categoria ‘Mudança de Vida’

TREINAMENTO FUNCIONAL agora também na Vitalidade Integrada


img-20160926-wa0005

A Clínica Vitalidade Integrada conta com o serviço de Treinamento Funcional como atividade posterior aos trabalhos de fisioterapia e também aos interessados em praticar atividade física e condicionamento.

Pode-se dizer que o principal objetivo do Treinamento Funcional é tornar o corpo humano uma máquina de locomoção eficiente, sendo o foco de treinamento, a melhora do desempenho dos movimentos. Na sala de aula, os exercícios de funcional são voltados para a mobilidade e estabilidade articular e, como consequência, melhora na eficiência de esportes e prevenção-redução de lesões.

Além da diversidade dos exercícios, há uma relevante atenção com a região do CORE ou centro de força do corpo, composta pelos músculos que tem função crucial para manter o centro do nosso corpo estável e flexível ao mesmo tempo. O domínio deste centro tem como efeito uma cintura mais delgada, um abdômen mais definido e uma melhora considerável da fisiologia visceral (órgãos internos), além de uma postura mais correta e forte.

O Treino Funcional proposto é voltado para qualquer pessoa, além de praticantes e atletas de esportes com prancha, esportes de aventura e ao ar livre.

Recomenda-se a avaliação do movimento funcional (FMS) antes do ingresso dos treinos. Todas as aulas são orientadas e ministradas por profissionais de educação física.

Por Daniela Paiva

Na Vitalidade Integrada você encontra opções de horários no período da manhã, tarde e noite, com turmas reduzidas e profissionais especialistas na área.

Venha nos conhecer em uma aula experimental!

Vitalidade Integrada – Treino Funcional

Rua Purpurina, 272 – Espaço Bambu – Vila Madalena – São Paulo/SP

Telefone: (11) 2495-1239 ou (11) 96608-0660

contato@vitalidadeintegrada.com.br

Coaching – O caminho só existe quando você passa…


669d2397-5a18-4800-9739-bd2421c79d45.jpg

Um jovem, toda semana, vinha de muito longe participar de um curso de auto – conhecimento.  Um dia chegou até o professor e disse-lhe:

– Mestre:  tenho notado o comportamento de seus alunos.  Alguns deles tiveram a vida completamente transformada, outros mudaram em algumas coisas, mas existem muitos – e Eu estou entre eles – que nada mudaram.  Que explicação o senhor tem para isso? – perguntou o jovem.

O professor, depois de olhar serenamente para o rapaz, respondeu com humildade:

– Filho, você vem toda semana de longe ouvir-me falar, não é?

– Sim, mestre – respondeu o rapaz.

– Você conhece bem o caminho? – perguntou o mestre.

– Sim – respondeu o rapaz.

– Se alguém lhe perguntar como fazer para chegar até a cidade onde você mora, o que você faria?

– Olha mestre, Eu explicaria o caminho da melhor forma possível – respondeu o jovem.

– E você acredita que todos chegariam só com sua explicação ou seria preciso percorrer o caminho?

– É claro mestre, que só chegariam aqueles que percorressem o caminho – respondeu o rapaz.

Nesse momento o professor concluiu:

– Filho, assim são os meus ensinamentos.  Eu os ensino da melhor maneira possível.  Todos podem ouvi-los atentamente, mas só irão se transformar aqueles que realmente os colocarem em prática.

O caminho é ensinado a todos, mas só chegam aqueles que fazem o percurso.

O processo de  “coaching”  tem exatamente esta proposta – a de fazer com que a gente consiga fazer o percurso…caminhar de um ponto a outro. 

O primeiro passo no processo é  identificar “qual é o nosso desejo”  , “qual é o lugar onde queremos  chegar ” ? Uma vez definido este  lugar , começamos a explorar  os possíveis caminhos que nos levarão até ele…  Neste momento  nos deparamos com obstáculos, medos, incertezas e percebemos os  tantos  caminhos, alguns até bem conhecidos-  que de alguma forma já percorremos no passado, mas ao final nos desviaram daquele propósito tão desejado ou nos distanciaram ainda mais dele. …  Vamos explorando estas vivências, acolhendo, esclarecendo, nos conhecendo e assim nos apropriando mais das nossas escolhas e da  liderança de nossas vidas. Definindo ações,  praticando, caminhando … 

E assim é  a nossa vida.  Você só chega à transformação quando experiencia o que aprendeu. Errando , acertando … mas caminhando , pois o caminho só existe quando você passa por ele.

Denyse Abejon
L
ife Coaching & Desenvolvimento Humano

Fonte: livro –  Para Que Minha Vida Se Transforme / Maria Sallete e Wilma Ruggeri – editora 

Fadiga – Dicas da Dietoterapia Chinesa


 A fadiga é discutida pela Medicina Tradicional Chinesa (MTC) sob o título de “Exaustão” – Xu Lao – e descreve não apenas o sintoma, mas também a sua causa básica, uma deficiência do Qi do corpo. Mas a fadiga também pode ser causada por uma condição de excesso: um resfriado ou uma gripe constituem invasão do corpo por Vento-Frio ou Vento-Calor exteriores.
bad-site  As causas mais frequentes de fadiga são: fraqueza constitucional hereditária (por ex. a saúde e idade dos pais no momento da concepção e condições da gravidez); excesso de trabalho físico ou mental (longas horas de trabalho sem o repouso adequado ou sob condições estressantes e até mesmo excesso de exercício ou atividades esportivas); uma dieta alimentar inadequada e irregular enfraquece diretamente os meridianos do Estômago e Baço-Pâncreas e causa   a fadiga crônica, uma vez que estes meridianos são a origem do Qi e do sangue.
Segundo a Dietoterapia Chinesa, são alimentos do elemento Terra (BP/E): temperos como louro, manjericão, açafrão, hortelã, cravo, cardamomo, canela e alecrim; carboidratos complexos fornecidos por cereais integrais, feijões, tubérculos, raízes, frutas: cebola, abóbora, nabo, beterraba, maxixe, inhame e outros vegetais redondos; uma pequena quantidade de queijos, iogurte ou coalhada; painço; maçã, mamão, laranja-lima e outras frutas mais ou menos amarelas, sempre bem mastigadas ou chupadas, não em suco; refresco de limão e de maracujá; chás de camomila, erva-doce, artemísia, erva-cidreira; café de cevada torrada e moída. Para o tratamento da fadiga podemos aliar uma dieta equilibrada segundo a visão da Dietoterapia Chinesa às técnicas de Acupuntura, Moxabustão e de outras terapias orientais.

Paula Pereira da Silva
Nutricionista
Acupunturista Energética

Parkinson e Pilates: O Pilates também é para você!


park  A busca por uma melhor qualidade de vida está cada vez maior, as pessoas estão mais preocupadas com sua saúde e estilo de vida e nesse momento bate aquela dúvida do que fazer, como começar e onde procurar.
Uma outra questão que também pode surgir, se a pessoa tiver alguma patologia instalada, com a condição física que se tem, pode-se praticar atividade física? Com essa dúvida, o medo de não saber com quem fazer e o que procurar, pode impedir que algo novo a alcance e essa pessoa não procure ajuda.
O método Pilates Postura Funcional age no ganho de mobilidade, coordenação, controle de movimentos, equilíbrio, respiração e força. Procurar um profissional que tenha especialização em fisioterapia neurológica e com a experiência no método Pilates é bem importante, para ter confiança no trabalho e alcançar resultados no tratamento.
O mal de Parkinson atinge mais de 200 mil pessoas no Brasil, essa doença tem como características, rigidez global e principalmente em coluna vertebral, tremores em áreas especificas ou até mesmo generalizados, diminuição da coordenação, lentidão e dificuldade na realização dos movimentos assim como alterações respiratórias e na fala.
Posso dizer que a minha experiência com a aplicação do Pilates na fisioterapia neurológica é benéfica a todos e transmite o quão importante é promover o bem estar e o equilíbrio.

Fabiana Barbosa

“Os Gritos do corpo são as mensagens das emoções” (Michael Odoul)


  Durante um pouco mais de mês sofri com uma tosse que não sabia a causa, não era gripe, não era alérgica, aparecia somente ao deitar e ao comer alguns determinados alimentos (mas até então eu não havia me atentado a isso).
Depois de um mês tossindo, e de ter tomado 3 xaropes inteiros, resolvi ir a um otorrinolaringologista, amigo da família, que me examinou e disse que não tinha nada, nem em pulmão e nem em vias aéreas superiores. Foi aí que ele me perguntou se eu tinha algum “problema” de estômago, na hora lembrei que há menos de um ano fui diagnosticada com esofagite, e na época fiz o tratamento medicamentoso e alimentar, ele me disse que essa tosse era reflexo dessa esofagite (junto com refluxo) e que teria que voltar a tomar os remédios e fazer uma dieta alimentar rigorosa. No mesmo dia liguei para o gastro (que me acompanha) que me orientou da mesma maneira.
refluxo Um pouco antes de procurar um médico, duas profissionais (fisioterapeutas, uma acupunturista e outra osteopata) que trabalham comigo fizeram perguntas diretas sobre algumas emoções que eu estaria passando, que se relacionavam ao sistema digestivo. Na hora não entendi o porquê, pois nunca relacionei uma tosse a uma determinada enfermidade do sistema digestivo, mas aos poucos tudo foi fazendo sentido, afinal sempre acreditei que nossas emoções e pensamentos, influenciavam no nosso corpo físico, e mesmo elas não sabendo se algo estava se passando no meu emocional, tiveram a sensibilidade de ir direto ao ponto.
Voltei com tratamento medicamentoso e alimentar, porém não somente, parei para analisar meu momento de vida, e minha maneira de encarar algumas determinadas situações. Lendo um livro, muito bom (Diga-me onde dói e eu te direi por quê), li o seguinte parágrafo:    – Os Males do sistema digestivo vem nos falar da nossa dificuldade para engolir, para digerir, para assimilar o que acontece na nossa vida. “Eu não consegui engolir o que ele me disse”, ou então “Nunca consegui digerir muito bem o que você fez”.
Como são as coisas, ficamos muito presos aos sintomas físicos e nos esquecemos que somos um todo: Corpo, mente e espírito, e se algo não está em equilíbrio, todo o restante adoece. Há muitos anos atrás tive crises de gastrite, e hoje em dia vejo que somatizei, pois apenas tratei o corpo, e deixei de lado a mente e o espírito.
Termino com a seguinte citação, do mesmo livro:728px-Cure-Esophagitis-Step-1-Version-2  “Na medicina oriental, a doença é testemunha de um obstáculo para a realização do Caminho da Vida. Assim, a consciência exprime, por meio de problemas ligados à energia que geram doenças, os entraves ao seu desenvolvimento pleno. Parece, então, mais lógico compreender os mecanismos psicoenergéticos que estão por trás da doença afim de recobrar a saúde” (Dr.Thierry Médynski).

Marianna Paffetti

 

Puerpério: viva mundo novo!


newborn-659685_1920O pós parto costuma ser um período no qual se espera que com o fim do peso da barriga haja também uma leveza e, enfim, a realização da maternidade. Contudo, os desafios e as mudanças estão apenas começando.

Da mesma forma como os hormônios se alteram durante a gestação, se espera que haja uma queda brusca de alguns deles no período pós parto. Dessa forma, o corpo da puérpera pode estar mais frágil tanto fisicamente como emocionalmente.

Ao contrário do que é mostrado nas revistas, quando famosos e celebridades passeiam pela praia com seus bebês, não se imagina pelo que se passou! Claro que há muito amor envolvido e que se trata de um momento único e muito especial, mas os entendimentos e acertos nem sempre ocorrem de maneira imediata.

Pela dificuldade das mamães de se deslocarem até a Clínica, passei a acompanhá-las em casa e vi uma gama de possibilidades: são tantos os relatos como as dúvidas que surgem nesse momento que percebi que este período demandava uma atenção totalmente especial! As dúvidas podem surgir desde questões mais práticas, mas também carregam os anseios e vontade de quem acabou de iniciar um novo ritual: adaptação a amamentação, rotina de cuidados do bebê, novas relações familiares etc.

Costumo dizer que não há receita de bolo para isso e que tudo depende. E depende mesmo! baby-1150109_1920Colocar alguns parâmetros de bom e ruim nesse momento podem não ajudar, já que podem fragilizar os pais e fazê-los sentirem-se incompetentes ou sem jeito para lidar com tais questões.

Nesse momento, recomendo um filme em cartaz atualmente nos cinemas. Chama-se “O Começo da Vida”; um documentário dirigido por Estela Renner que retrata os primeiros 1000 dias de vida de uma criança, abordando tanto as questões de desenvolvimento como os desafios e sentimentos envolvidos por parte dos pais.

Por aqui, na Vitalidade Integrada, continuamos nos dispondo a compartilhar este momento: que seja com algumas agulhas de acupuntura, exercícios abdominais, cuidado com os seios e orientações ergonômicas na

amamentação ou mesmo com uma visita e com uma conversa para ouvir as novidades e anseios! Seja bem vindo mundo novo!

Lina Cadamuro

Pilates – Realização Profissional


Hoje, gostaria de fazer um depoimento, contando meu caminho profissional e algumas escolhas importantes que fiz para me sentir realizado profissionalmente.

Meu nome é Fabio, sou fisioterapeuta com especialização em reabilitação motora, principalmente postura, utilizando a técnica Pilates (Contrologia).

Iniciei minha vertente profissional na área da Fisioterapia em 2007, através da reabilitação motora em doenças neurológicas. Para isso estudei a fundo o funcionamento de todo sistema nervoso, que comanda nossos movimentos e também todas as possíveis alterações.

Porém sentia que todo esse aprendizado teórico não me era suficiente, pois não bastava a teoria, faltava o manejo dessas doenças na prática.

Por indicação de uma colega conheci a Maria Fernanda Jacob e a Equipe Pilates Postura Funcional no ano de 2010, pois com esta equipe eu teria um suporte diferenciado em busca do conhecimento que eu necessitava. Porém minhas expectativas foram ultrapassadas.

Além do conhecimento na área do Pilates, preenchendo minha necessidade para auxiliar nos atendimentos dos pacientes que eu tratava, pude agregar toda bagagem teórica do conhecimento do funcionamento do sistema nervoso. Além disso, despertou em mim um lado empreendedor que eu desconhecia.

Tive o suporte necessário para abrir minha empresa, Studio Ribeirão -Fisioterapia e Pilates, há quase 4 anos e só posso agradecer a toda Equipe PPF por ter me dado esse suporte e também dizer que tenho orgulho de fazer parte desta Equipe como um dos professores do Curso de Formação em Pilates e seus cursos de educação continuada, trazendo minha experiência, formando novos profissionais e ajudando os alunos dos cursos a desenvolver esta habilidade empreendedora na área do Pilates.

Hoje me sinto realizado profissionalmente, mas com a certeza de que ainda vem muito trabalho pela frente!!!

Fábio Vicentine